Livro: Anne de Green Gables – Lucy Maud Montgomery

No inicio do século XX, na Ilha do Príncipe Eduardo, no Canadá, o casal de irmãos solteiros, Matthew e Marilla Cuthbert, proprietários da fazenda Green Gables, estão planejando adotar um menino órfão de uns 11 anos para ajudar Matthew, que está sentindo a idade, com o trabalho no campo. Decisão tomada, Marilla instrui uma de suas conhecidas para trazer o tal menino. Entretanto a criatura que aparece na plataforma da estação é uma órfã: a pequena, ruiva, sardenta e imaginativa Anne Shirley, pronunciando claramente a letra “E” de Anne.

Anne de Green Gables, de Lucy Maud Montgomery, publicado originalmente em 1908, é o tipo raro de romance tão carismático que torna à tarefa de largá-lo difícil. No meu caso, eu diria impossível (*muito amor*). Os motivos para tal conquista é que a cada frase somos levados a um mundo maravilhoso, cheio de sentimentos poderosos, onde a beleza da natureza circunda e se mistura com a imaginação em constante florescimento dessa heroína tão única. Montgomery dá vida a uma garotinha encantadora, poética, humorada, inteligente, impulsiva e de caráter sem igual que encanta a todos. Seu lado imaginativo e dramático também trás desventuras, por vezes emocionantes, sendo outras desastrosamente cômicas.

O romance trás uma grande riqueza cultural e histórica, mostrando detalhes das figuras e dos costumes da pequena comunidade de Avonlea. Outros elementos que fazem o romance da autora canadense ser tão inesquecível são às belas descrições dos cenários e das estações do ano, principalmente pelo olhar aguçado de Anne. No entanto, um dos momentos mais belos da narrativa é a relação amorosa, porém firme de Marilla e Matthew para com Anne. Acho linda a troca de bons sentimentos entre eles, os dramas envolvidos e de como vão aprendendo a se amar e a se confiar. E eu adoro a Marilla e seu jeito sério com suas emoções escondidas (^_^).

Também aprecio a relação de Anne com a literatura. Não é o tema central da narrativa, mas a sutil presença dos romances está nos devaneios, nas brincadeiras ou nas confusões da protagonista. Por causa da leitura, de alguma forma, pôde ajudar Anne a suportar o cenário de sua vida como pequena trabalhadora ao cuidar de vários pares de gêmeos. Como igualmente auxiliá-la nos estudos após ser adotada pelos irmãos Cuthbert. Sim, ela é uma menina imaginativa, mas para tal imaginação teve influência de algo, e este algo acredito que seja devido ao seu amor pelos livros.

Lucy Maud Montgomery apresenta uma escrita leve e suave, ao ponto das palavras fluírem com grande facilidade e beleza; um verdadeiro deleite. Além disso, dá para notar algumas linhas de ironia. Por seu livro ser encantador em vários aspectos, surgiu em mim uma vontade de conhecer a Ilha do Príncipe Eduardo e sentir as descrições que a autora me proporcionou. Na ilha tem até um museu dedicado a Montgomery e sua principal obra, chamado Anne of Green Gables Museum.

♥ Edições das editoras Martins Fontes e Pedrazul (*My Precious!*) ♥

Eu tenho essas duas edições de Anne de Green Gables ♥. A primeira é a edição comemorativa do centenário da obra, publicada pela editora Martins Fontes em 2009, que inclui dois textos interessantíssimos como extra. Eu adoro tudo dessa edição! A segunda é da editora Pedrazul do qual fiz a releitura. Infelizmente não tem nenhum extra, mas a edição é muito bem cuidada. Recomendo qualquer uma das duas. Ou as duas, hahaha.

Acredito que não seja surpresa para alguns de vocês que acompanham o blog, o amor que sinto por Anne de Green Gables. Estava ansiosa para reencontrar Anne, mas esperei o tal momento certo. Nesta releitura, do qual fiz compartilhada com a Val, do blog Uma Pedra no Caminho, só reforçou ainda mais o meu amor por esta obra. Sinto-me extremamente feliz quando perambulo pelas páginas desse romance. Incrível como ele não perdeu a força para mim. Na verdade só aumentou (^_^). Não tenho dúvida que Anne é uma alma gêmea, que sempre me proporcionará momentos agradáveis de grande emoção que me farão sorrir e chorar.

Anne de Green Gables, de Lucy Maud Montgomery, traz uma impar e cativante protagonista que nos proporciona momentos inesquecíveis. É um magnífico romance de aprendizagem, que lida com precisão os temas de resiliência, da múltipla definição de família, da amizade e do companheirismo. Anne de Green Gables é o tipo de livro para carregar no coração com muito carinho por toda a vida ♥ ♥ ♥ ♥ ♥.

.

Título: Anne de Green Gables
Título original: Anne of Green Gables
Autora: Lucy Maud Montgomery
Tradução: Tully Ehlers
Editora: Pedrazul
Páginas: 228
Ano: 2015