[Cortesia] Editora Estação Liberdade ~ O Reflexo Perdido e Outros Contos Insensatos

A Editora Estação Liberdade trouxe uma novidade sensacional da literatura alemã para seu catálogo neste mês de abril, um livro de contos do Ernst Theodor Amadeus Wilhelm Hoffmann. Ou simplesmente E. T. A. Hoffmann. A obra foi traduzida, organizada, prefaciada e anotada por Maria Aparecida Barbosa, a mesma tradutora de Reflexões do Gato Murr (*esse romance está na minha lista de desejados há séculos e eu não compro (>_<). Certeza que a Artemísia está ofendida, hahaha*).

Antes mesmo de conhecer o autor, na minha infância, acredito que de qualquer criança da minha idade, tenha assistido uma adaptação em desenho animado de seu conto O Quebra-Nozes e o Rei dos Camundongos. Lembro que o desenho era feioso, mas eu adorava a história. Também vi na internet uma adaptação em balé (*-*). Para minha surpresa, o conto está presente nessa edição. Finalmente lerei o original (^_^).

Quanto aos outros contos, estou bastante curiosa, pois Hoffmann tornou-se um dos principais expoentes do Romantismo alemão por apresentar em suas obras um teor filosófico que envolve temas fantásticos e de horror e da difusão entre realidade e ficção. Ou seja, um autor peculiar da literatura fantástica. Estou bastante animada!

Agradeço a editora pelo envio do livro. O Reflexo Perdido e Outros Contos Insensatos (*adorei o título*) será minha próxima leitura. Então, por favor, aguardem minhas impressões (^_~).

❖❖❖

O blog Lulunettes recebeu o lançamento O Reflexo Perdido e Outros Contos Insensatos, de E. T. A. Hoffmann, de cortesia da Editora Estação Liberdade. Agradeço a confiança neste modesto espaço (^_^).

[Cortesia] Editora Estação Liberdade ~ A Fórmula Preferida do Professor

A Editora Estação Liberdade começou o ano do Galo trazendo para o seu catálogo de domínio japonês um dos romances mais famosos de Yoko Ogawa: A Fórmula Preferida do Professor, com tradução direta do japonês de Shintaro Hayashi. Além de ter sido um best-seller no Japão, ganhou uma adaptação cinematográfica em 2006 dirigida por Takashi Koizumi, discípulo de Akira Kurosawa.

Na sinopse a narrativa demonstra trazer uma trama sensível da relação de afeto do velho professor entre o filho de 10 anos da empregada doméstica de sua casa. Mas como estamos falando de Ogawa, tenho certeza que o romance se desenvolverá de uma forma surpreendente. Assim como aconteceu com O Museu do Silêncio, primeiro romance que a Editora Estação Liberdade publicou da autora nipônica no Brasil.

Quanto à arte da capa, gostei bastante do resultado, pois apresenta uma combinação que aprecio: alguns elementos vistosos, mas mantendo a simplicidade. E o marcador como sempre ficou uma graça ♥.

Estou bastante curiosa quanto à leitura de A Fórmula Preferida do Professor. Então, por favor, aguardem minhas impressões (^_~).

❖❖❖

O blog Lulunettes recebeu o lançamento A Fórmula Preferida do Professor, de Yoko Ogawa, de cortesia da Editora Estação Liberdade. Agradeço a confiança neste modesto espaço (^_^).

[Cortesia] Editora Estação Liberdade ~ A gata, um homem e duas mulheres e O cortador de juncos

Acabei de receber da Editora Estação Liberdade o ultimo lançamento deste ano da categoria do Domínio Japonês. O livro da vez trás duas novelas do maravilhoso Jun’ichiro Tanizaki: A gata, um homem e duas mulheres e O cortador de juncos.

cortesia_editora-estacao-liberdade_a-gata-um-homem-e-duas-mulheres-e-o-cortador-de-juncos_lulunettes

Logo sorri quando recebi o envelope identificado pelo selo da editora. Bem, o motivo da alegria é sem dúvida pela minha imensa simpatia pela escrita de Jun’ichiro Tanizaki ♥. A outra foi que no começo deste ano eu tive de desistir de importar essas novelas por falta de dinheiro. O motivo é que tive de importar novamente a edição, agora completa, de O Romance de Genji. Parece até obra do tal destino, pois a novela O cortador de juncos trás alusões ao romance de Murasaki Shikibu (*0* ♥).

Quanto à edição, ela está maravilhosa! ♥ A tradução das novelas, direta do japonês, ficou por conta de Andrei Cunha, Clicie Araujo, Lidia Ivasa, Maria Luísa Vanik Pinto e Tomoko Gaudioso. O Andrei Cunha eu conheço dos ótimos trabalhos em Guerra de Gueixas e O Castelo de Yodo (*só para esclarecer, eu não entendo de tradução, mas dá para notar quando o trabalho do profissional é muito bem executado*).

Muito feliz com este livro em mãos ♥. Vou começar a leitura hoje mesmo (*-*).

Nem preciso dizer que a Editora Estação Liberdade concluiu o ano do Macaco, ou seja, 2016, com chave de ouro (^_^).

❖❖❖

Editora Estação Liberdade

O blog Lulunettes recebeu o lançamento A gata, um homem e duas mulheres e O cortador de juncos, de Jun’ichiro Tanizaki, de cortesia da Editora Estação Liberdade. Agradeço a confiança neste modesto espaço (^_^).

[Cortesia] Editora Estação Liberdade ~ O Museu do Silêncio

Pessoal, cheguei do Japão! Pensem numa viagem incrível e intensa! ♥ Intenso também, neste caso no mau sentido, foi o voo da volta; bem, o da ida foi igualmente ruim. Com essas intensidades positivas e negativas, não é exagero eu dizer que onde me encosto… durmo (>_<). Sobre as postagens da viagem, farei com calma, pois tenho que organizar as coisas por aqui. Então, por favor, aguardem (^_^).

Nesse meio tempo, recebi da Editora Estação Liberdade à obra de suspense O Museu do Silêncio, de Yoko Ogawa, com tradução de Rita Kohl. Vale destacar que é a primeira amostra da produção da autora japonesa que a editora traz para cá.

cortesia_editora-estacao-liberdade_o-museu-do-silencio_lulunettes

Eu ainda não tinha visto o design da capa da edição nacional. E nossa, ficou sofisticadíssima! Estou curiosa com esta obra, pois a sinopse me deixou bastante instigada. O romance narra sobre um museu que tem como objetivo preservar lembranças de pessoas que morreram. Curioso, né?!

O Museu do Silêncio, de Yoko Ogawa, será minha atual leitura (*empolgada*). Veio em boa hora, pois posso “ter” um pouco mais do Japão por perto, hahahaha. Sério, eu estou um pouco nostálgica, rs. Aguardem minhas impressões (^_~).

❖❖❖

Editora Estação Liberdade

O blog Lulunettes recebeu o lançamento O Museu do Silêncio, de Yoko Ogawa, de cortesia da Editora Estação Liberdade. Agradeço a confiança neste modesto espaço (^_^).