Início da Leitura da Tetralogia: Mar da Fertilidade, de Yukio Mishima

Início_da_Leitura_da_Tetralogia_Mar_da_Fertilidade_de_Yukio_MishimaNo próximo mês darei inicio a leitura da consagrada tetralogia de Yukio Mishima, intitulada Mar da Fertilidade (豐饒の海), composta por Neve de Primavera, Cavalo Selvagem, Templo da Aurora e A Queda do Anjo.

Dizem que cada livro pode ser lido individualmente, mas acredito que seja mais proveitoso ler na ordem de publicação pela razão desses quatro romances terem sido os últimos trabalhos de Mishima antes de cometer seppuku (lit. “cortar o ventre”. Ritual suicida reservado à classe guerreira) após um golpe de estado malsucedido para restaurar o regime imperial.

Contextualizando. Um ano após se alistar nas Forças de Autodefesa do Japão, Mishima fundou e liderou a entidade de extrema direita chamada Tatenokai (Sociedade da Armadura ou Sociedade do Escudo) que dedicava valores tradicionais japoneses e veneração ao Imperador.

Agora uma observação. Somente no início da história do Japão que o Imperador tinha real poder. Após este período o soberano era mais uma figura representativa e divina. Famílias poderosas, como os Fujiwara ou as de classe guerreia que vieram posteriormente, por exemplo, eram os reais governantes. Na era do Imperador Showa (de 1926 até 1989), período que o autor viveu, á falta de voz do soberano só ficou mais evidente.

A tetralogia Mar da Fertilidade apresenta por meio da ficção essa insatisfação de Yukio Mishima. Creio que a leitura dos romances em ordem cronológica me dará um norte para entender os motivos de descontentamento do escritor japonês com a ocidentalização. Ou não, afinal ele era uma figura contraditória.

A leitura será iniciada em junho e pretendo concluir os quatro títulos até o final do mês de agosto. Três meses para ler a tetralogia com calma e aproveitando cada momento. Cronograma de leitura:

Início_da_Leitura_da_Tetralogia_Mar_da_Fertilidade_de_Yukio_Mishima_Cronograma_Leitura

Sobre minhas impressões, não sei se comento cada obra individualmente, ou, em uma única postagem já que fazem parte da mesma narrativa. (*pensando*) Vou ver depois.

Estou empolgada e curiosa com a leitura de Mar da Fertilidade, de Yukio Mishima, pois a obra abordará o período da modernização do Japão, que é uma época bem interessante. Começando na era Meiji até o quadragésimo quinto ano da era Showa. Exatamente no ano que o autor cometeu suicídio.

É isso. Até logo! (^_^/)

*!* Atenção: Leitura Parada Temporariamente…

Anúncios

10 respostas em “Início da Leitura da Tetralogia: Mar da Fertilidade, de Yukio Mishima

  1. Olá! Bo sorte na leitura! Também estou muito interessado em ler a tetralogia, mas estou com dificuldade para encontrar os 4 volumes em um box, só os encontrei separadamente. Acho que como o 4 livro é recente no Brasil, nao deve ter box ainda…

    Espero que aproveite a leitura!
    Abs

    • Obrigada, Caio! Estou precisando, pois li o primeiro volume e não curti. Por causa disso, estou postergando a leitura dos demais (>_<).
      Caio, eu acho que não existe box dessa tetralogia. Então você só vai achar os livros vendidos separadamente.
      Abraços!

  2. Que pena ler que vc não curtiu a leitura 😦
    Sou fascimado pelo Japão e quero muito ler Mishima.

    Li o primeiro capitulo de Neve da Primavera (numa edição digital) e adorei. E bem isso que estou querendo. Mas quero ler com os livros físicos.

    Vc que já os possui pode me dizer, por favor, se a edição é bem cuidada e se a tradução é direta do japonês ou é indireta do inglês?

    • Não curti “Neve de Primavera”. Os outros títulos da tetralogia eu ainda não li. Vou esperar um pouco mais para lê-los, pois não quero ir com baixa expectativa.

      Roberto, a edição é bem cuidada. Particularmente achei muito bonita! Sobre a tradução, continua sendo a do Newton Goldman (mantiveram a mesma tradução da edição da Editora Brasiliense). Na ficha catalográfica consta que a tradução vem do inglês (Spring Snow).

      Espero que consiga os livros. Boa leitura!

      • Ah, os demais livros, a tradução é da Isa Mara Lando e na ficha catalográfica consta traduzido do inglês (Runaway Horses, The Temple of Dawn e The Decay of the Angel).

        • Muito obrigado pelas respostas. Uma pena não ser direto do japonês. Não sou especialista, mas a língua japonesa é tão diferente e cheia de sutilezas, segundo quem entende, que é triste ver a tradução da tradução, ainda que seja melhor que nada, claro.

          • De nada, Roberto! Pois é, uma pena =/ Eu também não sou especialista, mas existem essas sutilezas que você comentou. Então a tradução da tradução certeza que perde bastante desses pormenores. Espero que algum dia alguma editora publique uma tradução direta do japonês. Abraço!

  3. Pingback: TAG: Ler é um presente | Lulunettes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s