Livro: O Diário de Mr. Darcy – Amanda Grange

O Diário de Mr. Darcy - Amanda GrangeFiquei doente alguns dias atrás e como estava com a mente, digamos fraca para um livro mais rebuscado, acabei escolhendo na estante O Diário de Mr. Darcy por acreditar ser um livro de leitura descontraída e logo confirmei meu achismo.

Não é surpresa que O Diário de Mr. Darcy, de Amanda Grange, publicado originalmente em 2007, mostre a visão de Fitzwilliam Darcy em formato “diário” dos acontecimentos do clássico de Jane Austen, Pride and Prejudice (1813), e indo também um pouco mais além. Afinal tem indicado na capa da edição: “Orgulho e Preconceito: É a vez de Mr. Darcy contar a sua versão da história”. E com este título convenhamos que fosse ser algo dessa natureza.

Acredito que não seja necessário avisar, mas gostaria de fazer uma ressalva para quem não leu o livro de Austen, o faça antes de ler O Diário de Mr. Darcy, pois aqui temos a visão dessa personagem sobre a história original.

Esse título é parte de uma coleção de seis livros chamada Jane Austen Heroes em que Amanda Grange escreve a visão dos “heróis” de Austen. A série inclui os diários de Mr. Knightley (Emma), Capitão Wentworth (Persuasão), Edmund Bertram (Mansfield Park), Coronel Brandon (Razão e Sensibilidade) e Henry Tilney (A Abadia de Northanger).

O romance (*para mim parece mais um fanfiction*) carregar uma leveza agradável dos eventos envolvendo Mr. Darcy e principalmente de seus pensamentos mais íntimos. Foi uma grata surpresa eu me divertir ao longo de toda a narrativa e de ter achado a leitura proveitosa mesmo com seus momentos que eu consideraria forçados, mas que não chegou a comprometer (^_^). Ao conclui-lo, acabei revendo a incrível minissérie da BBC de 1995 ❤ (*Sério, Alison Steadman é a melhor Mrs. Bennet EVER!! Como me divirto com seus gritos de empolgação ou lamuriosos hahahaha. (…) Jennifer Ehle e Colin Firth também sempre serão minha Elizabeth e meu Darcy preferidos. Não consigo imaginá-los com outras feições e trejeitos. (…) Na verdade todos da minissérie são espetaculares (^-^)*).

Mr. Darcy

No entanto esperava um pouco mais da obra. Confesso que imaginei que teria mais detalhes sobre Mr. Darcy, seus falecidos pais, sua irmã, ou seja, sua vida pessoal, não somente sua perspectiva dos eventos de Orgulho e Preconceito. Neste ponto acho que a autora britânica pensou somente no lado comercial fazendo algo nada muito elaborado.

Sobre a escrita, a Amanda Grange não consegue trazer e nem se aproximar da elegância de Jane Austen. Ok, a comparação foi desleal e cada um tem seu estilo. Entretanto ela também não alcança um equilíbrio da grandeza que é Orgulho e Preconceito. O Diário de Mr. Darcy acaba desprovido de brilho por sua linguagem moderna, mas ainda assim consegue ser um título atraente e ideal para aqueles momentos em que o leitor busca por uma distração agradável.

O Diário de Mr. Darcy, de Amanda Grange, trás uma ideia interessante, mas nada original. No geral, é um romance, ou fanfiction, ideal para relaxar e entreter. Particularmente achei a leitura deliciosa e com certeza eu leria os outros títulos da coleção (^_~).

.

Título: O Diário de Mr. Darcy
Título original: Mr. Darcy’s Diary
Autora: Amanda Grange
Tradução: Andrea Carvalho
Editora: Pedrazul
Páginas: 220
Ano: 2015

Anúncios

2 respostas em “Livro: O Diário de Mr. Darcy – Amanda Grange

  1. Não tinha pensado nisso, mas vc tem razão, fanfic se encaixa perfeitamente. Depois desse eu li a releitura de ReS de uma autora inglesa chamada Joanna Trollope do Jane Austen Project e também não gostei mas a proposta desse projeto é outra: fazer uma releitura contemporânea dos romaces da autora. Mas não pretendo continuar, achei um livro desnecessário. Já Emma de Alexander McCall Smith eu amei, ele soube dar o toque dele. Mas aí né, sou suspeita…

    • Num é! Acredito que fanfic se encaixa melhor nesse estilo de livro, e acho que não o desmerece defini-lo dessa forma. Desconheço esse título da Joanna Trollope. Na verdade, não conheço nem a autora. Gláucia, você é suspeita para falar do Alexander McCall Smith, hahaha. Dessas releituras de obras famosas, no futuro pretendo ler: Um Coração para Milton, de Trudy Brasure. Neste caso estou me preparando psicologicamente, pq amo Norte e Sul, da Elizabeth Gaskell.

      Gláucia, não sei se você conhece, mas gostaria de te indicar uma minissérie inglesa muito boa chamada Lost in Austen, que conta a aventura de uma ardente fã de Jane Austen nos locais fictícios de O&P. A minissérie é completamente sem pretensões, e por causa disso consegue ser divertida. Fica aqui a recomendação (^_~).

      Beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s