Quadrinho: O Fantasma de Anya – Vera Brosgol

image descriptionO Fantasma de Anya, da russa Vera Brosgol – que emigrou de Moscou quando criança com sua família para os Estados Unidos – foi publicado pela primeira vez em 2011. Em 2012 sua graphic novel de estreia ganhou os prêmios nas categorias de Melhor Publicação para Jovens Adultos (entre 13 e 17 anos) do Prêmio Eisner e de Melhor Publicação Gráfica Original para Jovens do Prêmio Harvey.

Assim como a cartunista, Anya Borzakovskaya é de origem russa e emigrou para os Estados Unidos da América com sua mãe e seu irmão caçula quando criança. Anya tenta torna-se uma adolescente americana comum, perdendo o sotaque e esforçando-se também para perder peso. Um dia, depois de discutir com Siobhan, sua única e melhor amiga de origem irlandesa com quem vive fumando, ela cai em um buraco profundo e acaba tendo a companhia do fantasma de uma garota chamada Emily Reilly, morta há 90 anos.

O que me atraiu nesse quadrinho foi o bonito traço de estilo arredondado e a temática sobrenatural. Fui sem nenhuma expectativa, esperava somente encontrar uma narrativa divertida. Infelizmente conclui O Fantasma de Anya não com a sensação supostamente esperada, mas decepcionada e chateada de ter perdido meu suado dinheirinho (T_T).

Como disse, entretenimento era a única coisa que eu aguardava dessa leitura, mas o que encontrei naquelas páginas foi uma série de clichês e uma narrativa enfadonha. Não tenho problemas com clichês, contanto que sejam bem desenvolvidos. O que não é o caso deste quadrinho.

A autora tinha em mãos bons elementos para desenvolver uma narrativa interessante, como por exemplo, a relação de enfrentar o fantasma com a aceitação da protagonista. Fiquei com a impressão que Vera Brosgol não fez nenhum esforço para tornar a trama de sua obra mais atraente. Pareceu simplesmente que ela jogou todos os clichês escolares, sobrenaturais e de comportamentos.

O Fantasma de Anya

A única coisa que gostei em O Fantasma de Anya foi o estilo do desenho e o esquema de cores. A arte apresenta um traço limpo, linear e agradável. Brosgol desenha muito bem! Os tons azulados / arroxeados / acinzentados criam uma atmosfera sombria. Seria tudo legal se o enredo não fosse medíocre.

Sobre a edição, acho que a editora Jangada caprichou. O quadrinho tem papel couchê, apresenta uma boa impressão e tem orelhas (*adoro edições com orelhas*). O erro mais visível da edição é um desalinhamento, como se o desenho estivesse tremendo, em algumas páginas. Fora isso, nada grave.

O Fantasma de Anya, de Vera Brosgol, apresenta uma trama previsível, sem tensão, chegando ao ponto de ser monótona. Eu já estava torcendo pela Emily conseguir seu objetivo para ver se as coisas ficavam mais animadas.

.

Título: O Fantasma de Anya
Título original: Anya’s Ghost
Autora: Vera Brosgol
Tradução: Humberto Moura Neto e Martha Argel
Editora: Jangada
Páginas: 224
Ano: 2013

Anúncios

3 respostas em “Quadrinho: O Fantasma de Anya – Vera Brosgol

    • Fiquei interessada por O Fantasma de Anya justamente por causa do traço que me atraiu. Mas, nossa, que decepção =/ Enfim, leia pra tirar sua própria conclusão. Bjs, Lígia!

  1. Pingback: Livro: A Menina Submersa – Caitlín R. Kiernan | Lulunettes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s