Prazer em conhecê-los, Nobuhiro Watsuki e Kaworu Kurosaki!

Nobuhiro Watsuki e Kaworu Kurosaki_01Rurouni Kenshin (るろうに剣心), de Nobuhiro Watsuki, é uma obra de significativa importância para mim. Tenho um carinho enorme por esse mangá ❤ (*um dos favoritos da vida*) e o anime (*até hoje choro assistindo Seisouhen*). O live action, que Kaworu Kurosaki colaborou no roteiro do primeiro filme da trilogia (*por isso é o melhor*), também tem um espaço especial no coração.

Com todo esse sentimento envolvido, sabendo da vinda de Watsuki e Kurosaki ao Brasil e custeando com muito esforço a viagem, fui a São Paulo com o único objetivo de vê-los e passar alguns segundos cara a cara na sessão de autógrafos. Uma tentativa insana em imaginar que conseguiria fazer tudo que planejei sendo tal aproximação bastante limitada.

Antes de continuar, gostaria de agradecer ao meu marido, que me acompanhou nessa saga, apelidada carinhosamente de Inferno, por tudo que ele fez por mim para que eu conseguisse realizar esse desejo. De todo coração, muito obrigada! ❤ *te amo! (^.^)*

Em São Paulo, Nobuhiro Watsuki e Kaworu Kurosaki estariam presentes em dois eventos: uma palestra realizada pela Fundação Japão no Centro Cultural São Paulo (17/07) e na 21ª Fest Comix (18 e 19/07).

NobuhiroWatsukiBrasil

VIVA BRASIL!!

Na palestra da Fundação Japão, chegamos com quatro horas e meia de antecedência para a retirada dos ingressos, que seriam entregues duas horas antes do evento previsto para as 19h00. Antes do inicio da palestra, por solicitação do Nobuhiro Watsuki, não foi permitido fotografar e nem filmar, mas a organização do evento filmou e fotografou de todos os ângulos possíveis e imagináveis (*espero que liberem algumas imagens*). Nobuhiro solicitou também aos presentes que não divulgassem o conteúdo da palestra na internet, que guardássemos em seus corações. Por isso não irei contar os detalhes, mas resumir o conteúdo: falaram sobre o processo de criação, mostraram fotos do ambiente de trabalho, do espaço reservado em sua própria casa para reuniões com editores, da cadeira reservada unicamente ao Hisashi Sasaki (editor da Shonen Jump), da coleção de figures do ‘Getter Robots’ de Watsuki, do boneco indecifrável que ele ganhou do Eiichiro Oda e de seu gatinho sexy (*_*). Depois houve um rápido bate-papo com convidados da Fundação Japão, seguido por um quiz com personalidades históricas japonesas lindamente ilustradas pelo mangaká e finalizado com as perguntas da plateia. Depois dos agradecimentos, Watsuki e Kurosaki se retiraram e os staffs sortearam itens que o casal trouxe do Japão. Como não tenho sorte para sorteio, sai de mãos vazias, mas muito contente de ter assistido a palestra, que foi ótima, e de ter visto Nobuhiro Watsuki e Kaworu Kurosaki (^_^).

Na 21ª Fest Comix no sábado chegamos cedo ao evento, mas um cedo que já tinha uma fila razoável. Neste dia as únicas formas de conseguir os autógrafos seria ser um dos 100 primeiros compradores da Sakabatou de Yahiko no estante da Comix ou os 100 sorteados durante a palestra da Editora JBC. Adianto que não consegui de nenhuma das duas formas (Ç_Ç). Na primeira tentativa, houve uma correria tão grande para comprar esse mangá. Na fila, para a retirada da pulseira que daria direito aos autógrafos, ficou faltando cinco para chegar minha vez (T_T). Soube depois que várias pessoas conseguiram a pulseira sem nem comprar o mangá (¬_¬). Fui tentar pela segunda opção só por desencargo de consciência, pois como disse anteriormente não tenho sorte para sorteios. Consegui ser uma das 300 pessoas a assistir a palestra, que foi praticamente igual a da sexta-feira, só que com muito barulho ao redor. Enfim, sobre o bagunçado sorteio, realizado na palestra Painel Mangá JBC na área Arena Comix, não foi supressa eu não ter sido sorteada.

No domingo a regra era que os 200 primeiros que chegassem ao espaço JBC Henshin+ teriam o direito aos autógrafos. Chegamos por volta das 6h20 e só havia um trio na nossa frente. Quando estava quase no horário de abertura do evento, percebi dois visitantes conversando com um staff pedindo para que entrassem antes da abertura. Até pensei que houvesse escutado errado, mas não. Na abertura, depois da correria, os dois estavam lá e mais 5 pessoas. Como 7 pessoas já estavam na fila para a sessão de autógrafos se a entrada havia acabado de ser liberada?! (O_o) Na fila do autógrafo, eu e outros que chegaram cedo, reclamamos com os staffs, mas nada foi feito. Minto, ficaram jogando a culpa de uma organização para a outra (¬_¬). Depois disso até suspeito das senhas de sábado.

Afinal, eu consegui os autógrafos?

Sim, eu consegui a *porra* desses autógrafos! (v^0^v)

Nobuhiro Watsuki e Kaworu Kurosaki_02

Ao chegar minha vez, entrei numa cabine reservada, cheia de seguranças, intérprete, organizador, editor e as peças do meu interesse sentadas em frente a uma mesa decorada com duas figures – Himura Kenshin na direção de Kaworu-sensei e Shishio Makoto próximo de Nobuhiro-sensei. Entreguei o cartão ao Nobuhiro Watsuki, que estava vestido com sua típica roupa, e pedi ao intérprete que dissesse ao mangaká que vim do nordeste do Brasil somente para vê-lo. O Nobuhiro parou de autografar, olhou para mim com cara de espanto e depois deu um leve sorriso em agradecimento. A fofa da Kaworu soltou um gritinho empolgado – enquanto Nobuhiro finalizava meu autógrafo e passava o cartão para a esposa. Ela autografou meu cartão e concluiu me dizendo que achou incrível meu esforço. Agradeceu bastante quando sai (^-^).

A impressão que tive de Nobuhiro Watsuki é de um senhor extremamente reservado. Diferente de Kaworu Kurosaki, que é pura simpatia. Acredito que ela sempre acompanha o marido para balancear o jeito introspectivo dele.

Acho exagero dizer que realizei um sonho. Sonho para mim é algo pessoal, que tenha uma significância real na minha vida. Então, este breve momento na presença do autor de Rurouni Kenshin e da roteirista e de ter conseguido seus autógrafos foram mais à realização de um desejo.

Objetivo cumprido a muito custo! Até levei o cartão autografado na bagagem de mão para não ter risco de extravio, rs. A saga Inferno teve um final feliz! (^_^v) Ouço NA-GO-MI tocando ao fundo.

Agora falta enquadrar meu lindinho!! ❤

Anúncios

10 respostas em “Prazer em conhecê-los, Nobuhiro Watsuki e Kaworu Kurosaki!

  1. Lulu, amável história nerd! =)

    Como quem não viu Rurouni Kenshin, só posso deduzir que a cada esposa o sr. Protagonista faz uma cicatriz na bochecha. Em uma capa ele está com uma, em outra com duas cicatrizes, haha.

    Abraços!

    • (^0^v) Ainda bem que deu tudo certo.

      Boa tentativa! (>_<) Bem, acertou em parte, rs. Juca-Amigo, recomendo que leia Rurouni Kenshin pra ontem. Ou, assista ao anime até a saga de Kyoto / Shishio, pois os episódios restantes não são baseados no mangá. Depois passe para os OVAs: Tsuiokuhen e Seisouhen. Ah, o anime apresenta um final diferente do mangá. Enfim, seria muito legal você conhecer Rurouni Kenshin (^_^).

      Abraços!

  2. Adoro Rurouni Kenshin, é meu mangá preferido e uma das minhas obras de ficção preferidas da vida ♥. Também fui à palestra no CCSP! Vai ver a gente se cruzou e nem ficou sabendo.
    Que bom que você conseguiu o autógrafo depois de ter vindo de tão longe. Todo o esforço valeu a pena! 😀

    • Rurouni Kenshin ❤ Lígia-chan! \o/ Sério?! Bem provável que nos cruzamos na palestra no CCSP. Sim, valeu o esforço! (^_^v) Lígia, você tentou fazer alguma pergunta na palestra? Se sim, conseguiu? Ganhou algo do sorteio? Tentou o autógrafo na Fest Comix? Bjs!

      • Não fiz nenhuma pergunta (sou muito tímida, morreria de vergonha) e não ganhei nada no sorteio, infelizmente :(. Não deu para ir na Fest Comix, eu estava ocupada naquele fim de semana, mas não faço muita questão de autógrafo, estava mais interessada na palestra mesmo 😉

        • Eu também não (*idem no “sou muito tímida”*). Sortuda aquela pessoa que ganhou a pasta ou o artbook. Lígia, ainda bem que você não faz muita questão de autógrafo, porque era mais fácil passar por todos os vilões de Rurouni Kenshin (>_<) hahahahahaha!!! A palestra foi incrível! ❤ Bjs!

  3. Pingback: Saldo da 21ª Fest Comix | Lulunettes

  4. Pingback: Mangá: Rurouni Kenshin – Versão do Autor – Nobuhiro Watsuki | Lulunettes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s