Livro: As Sombras de Longbourn – Jo Baker

As Sombras de Longbourn - Jo BakerDesde que anunciaram o lançamento de As Sombras de Longbourn, que foi publicado originalmente em 2013, fiquei curiosa de como a autora inglesa desenvolveria a narrativa dos criados na mesma linha de tempo do tão amado e um dos livros mais lidos no Reino Unido: Orgulho e Preconceito (1813). Mas meu maior interesse em relação ao quinto romance de Jo Baker era como ela retrataria essas peças humanas silenciosas que fazem parte do cenário no romance de Jane Austen.

A maior parte da narrativa de As Sombras de Longbourn se passa, obviamente, na cozinha, no quintal cheio de excrementos de suínos, no estábulo e em todos os outros recantos domésticos de todos os tipos. Nesses ambientes, que não fazem parte da realidade da classe abastada, conhecemos essas figuras de carne e osso que tornam a vida da família Bennet mais confortável. Nós seguimos então a governanta e cozinheira sra. Hill, o mordomo sr. Hill, as servas Sarah e Polly e o lacaio recém-contratado James Smith.

Não pensem que o romance de Jo Baker é uma cópia do ‘filho mais querido’ de Jane Austen. Muito pelo contrário, percebe-se com sutiliza Orgulho e Preconceito na narrativa, mas a impressão que fica é de que estou a ler outra história que não tem relação com a obra inspirada. Resumindo: um livro independente! Deu para entender? Espero que sim! (>_<)

As descrições dos afazeres domésticos e da condição física e psicológica dos empregados é um dos pontos mais interessantes, pois acredito que desfaz aquela beleza idealizada e mostra um pouco mais da realidade crua do século XIX. Baker também vai além, mostrando outros acontecimentos que rondam e que estão despercebidos na pacata vida interiorana inglesa. Ela trás temas fortes, como escravidão e guerra.

Feeding the Hens - William Kay Blacklock

Feeding the Hens ~ William Kay Blacklock (British, 1872–1924)

Dentre esses destaques citados, tenho que ressaltar o mais significativo: a individualidade dessas personagens. Ela descreve indivíduos que carregam sonhos, desejos, traumas e segredos. Humanos com vontade, saindo daquele papel de objeto com funções determinadas.

Também achei muito curioso o panorama sobre as personagens de Orgulho e Preconceito. Descobrimos que Mr. Collins não passa de um sujeito tolo e inconveniente, mas inofensivo. Que a canalhice de Wickham pode ser ainda pior. A quase invisível Mary ganha mais forma. Já o Mr. Bennet guarda um segredo. A arrogância de Mr. Darcy fica mais visível. E por fim, a mudança de comportamento de Elizabeth ao casar-se: a heroína deixa de lado o sujo vestido de lama para comportar-se como sua (nova) classe social exige. Os fãs podem até queixar-se com essa particular visão, mas o que Jo escreve é provável e encaixa muito bem na trama.

Jo Baker soube desenvolver sua excelente ideia com maestria, usando uma escrita fluida, elegante e palpável. As Sombras de Longbourn revela a dureza, a falta de praticidade e o rigor da vida da criadagem. A reconstrução do tempo é bem sucedida e você facilmente mergulha na trama, pois o enredo cuidadosamente construído oferece muitas voltas. A autora soube conservar e respeitar o espírito do romance de Jane Austen e desenvolveu de forma particular a história das sombras de Longbourn.

.

Título: As Sombras de Longbourn
Título original: Longbourn
Autora: Jo Baker
Tradução: Donaldson M. Garschagen
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 456
Ano: 2014

Anúncios

8 respostas em “Livro: As Sombras de Longbourn – Jo Baker

  1. Lulu, que divertido. Para quem leu Orgulho e Preconceito, o que não é o meu caso, deve ser como matar a saudade de pessoas queridas ❤
    Preciso sanar minha dívida com Jane Austen 😕
    bjo grande em tu!

    • O romance da Jo Baker nos trás uma boa oportunidade para reencontrar as personagens (^_^). Maira, já que você não leu Orgulho e Preconceito, poderia realizar a leitura e depois seguir com As Sombras de Longbourn. Acredito que a experiência seria muito interessante. Beijo grande em tu! ;*

  2. Amo OeP com todas as minhas forças e tenho medo que esse livro estrague um pouco a imagem que tenho do livro. Acha que isso pode acontecer?

    • Gláucia, eu não sei te responder. Acho que isso é uma questão individual. Eu, por exemplo, gosto muito de “Orgulho e Preconceito” e achei realista a visão da Jo Baker sobre a família Bennet, afinal ela estudou bastante para escrever “As Sombras de Longbourn”. Resumindo: no meu caso não estragou a visão que tenho do clássico de Jane Austen, na verdade enriqueceu, pois conhecemos outro lado não explorado no romance original (^_^).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s