Livro: 2083 – Vicente Muñoz Puelles

2083 – Vicente Muñoz PuellesNunca tinha ouvido falar e nem esbarrado na livraria com 2083, do espanhol Vicente Muñoz Puelles, publicado inicialmente em 2009. A primeira vez que o vi foi no Blog da Maura C. Parvatis e fiquei curiosa assim que li suas impressões. O que me chamou a atenção obviamente foi o plot da trama: desaparecimento dos livros de papel e a escassez dos livros digitais. Tenso, né?! Até comentei nos comentários que morreria junto se os livros desaparecessem (>_<).

Estamos no ano de 2083, em uma realidade com tecnologia avançada que possibilita a sobrevivência da população ao declínio ambiental. Nesta realidade onde não a mais livros de papel (Ç_Ç), só algumas espécimes foram preservadas virtualmente na Cosmonet e numa espécie de biblioteca chamada Docuteca. O motivo da escassez dos livros foi o desinteresse da população pela leitura com o passar dos anos. Por isso quando livros de papel são encontrados tornam-se vestígios materiais para análise. O protagonista-narrador, David, de 16 anos, mora com Pa e seu cão robô. A falta de comunicação entre David e Pa diminuiu bastante desde o falecimento de Ma. Porém, mesmo nesta sociedade que o livro não faça parte, o poder da literatura irá aproximá-los.

Os capítulos de 2083 são rápidos, a leitura flui bem nos dramas e quando David viaja no interior dos livros através da Bibliotravel, onde seu pai trabalha. A narrativa concentra-se principalmente nas viagens do protagonista-narrador a Bíblia, Ilíada, Odisseia, David Copperfield, Dom Quixote e Primeiro Amor e dá pistas de como uma realidade sem livros é fria, mecânica.

A ideia que engloba a narrativa de 2083, de Vicente Muñoz Puelles, é muito bacana, mas poderia ter sido mais bem desenvolvida com os dramas das personagens. O autor também poderia ter contribuído mais na mensagem do amor pelos livros e do poder da literatura. A meu ver, a mensagem passa praticamente despercebida. O que é uma pena! (U_U) O melhor de 2083 é o bonito trabalho da edição com a temática de QR Codes.

.

Título: 2083
Título original: Any 2083 / 2083
Autor: Vicente Muñoz Puelles
Tradução: Sandra Nunes e América Marinho
Editora: Biruta
Páginas: 112
Ano: 2010

Anúncios

6 respostas em “Livro: 2083 – Vicente Muñoz Puelles

    • 2083 tem uma ideia bacana, mas pelos motivos que comentei na resenha eu achei que o autor a desperdiçou =/ Gabi, caso leia algum dia, quero saber suas impressões. Beijos!

  1. Oi, Lulu! Eu fiquei realmente empolgada com o livro, também nunca o tinha visto em nenhuma livraria. Se o melhor do livro é a capa, nós precisamos obviamente dar os parabéns ao designer, mas que pena que o livro em si não acompanha… Poxa, a ideia me parece ser tão legal! Acho que vou dar uma chance ao livro mesmo assim, para você ver o tamanho da minha curiosidade… rs
    Um beijinho,
    Mona
    http://www.literasutra.com

    • Monalisa, eu estava empolgada quando ganhei o livro de presente *beijos, Maura!*. Infelizmente o desenvolvimento da narrativa não me fascinou (U_U). Achei realmente fraco. A edição do livro é de muito bom gosto; atrai o olhar do leitor a obra. Não deixe de ler 2083, quem sabe você tenha uma impressão diferente da minha (^_~). Beijinhos!

    • Michelle, lembra que ganhei 2083 da Maura no Amigo Secreto Sensual de Natal que participamos?! Mesmo não curtindo a narrativa, foi legal ganhar o livro que ela própria indicou. (^_^) Enfim, espero que goste de 2083. Bjs!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s