Livro: Messias de Duna – Frank Herbert

Messias de Duna - Frank HerbertNo primeiro volume, Duna, o jovem Paul Atreides se tornou o lendário imperador Muad’Dib. Em Messias de Duna, Paul oscilará entre a luz e a sombra.

A trama de Messias de Duna se passa doze anos depois dos acontecimentos de Duna, e é tecida em torno do novo imperador e detentor do controle da especiaria, Paul Muad’Dib. Com vários inimigos que agem em conjunto, ele terá que enfrentar mudanças difíceis e uma arma chamada ghola – criada pelos Tleilaxu – mais conhecido como… Duncan Idaho.

A narrativa do segundo volume da série, que foi publicado pela primeira vez em 1969, é relativamente curta, consta com 216 páginas. E diferente de seu antecessor, é menos denso em ação e rico em misticismo e psicologia. Neste cenário de dúvidas e desilusões que atormentam Paul, o autor cria uma tensão psíquica constante e curiosa. Afinal a escrita de Frank Herbert é uma arte!

Mas honestamente, não foi o bastante para me agradar. A leitura de Messias de Duna foi cansativa e entediante. Devido sua pouca ação, o livro me deu a impressão de congelar no tempo. Quase não consegui concluí-lo de tão maçante. Só persisti na leitura porque (1ª) estou discutindo cada livro com meu marido (*que é fã da série e me presenteou no meu aniversário com o segundo volume*) e (2ª) o autor conseguiu manter o suspense e não trouxe resultados previsíveis dos eventos.

Aprecio narrativas introspectivas, mas o segundo volume da série tece a teia para o que estar por vir de forma exaustiva. E olha que Frank Herbert incluiu discussões interessantes acerca da política, religião e principalmente a reflexão sobre o poder que muitas vezes excede aquele que o detém.

Certamente que Messias de Duna não é tão bacana quanto seu antecessor. Na verdade achei que faltou dinamismo na narrativa. Mas como é um romance de transição, infelizmente a leitura é obrigatória por ser um percurso necessário para continuar a aventura.

.

Título: Messias de Duna
Título original: Dune Messiah
Autor: Frank Herbert
Tradução: Maria do Carmo Zanini
Editora: Aleph
Páginas: 216
Ano: 2012

Anúncios

4 respostas em “Livro: Messias de Duna – Frank Herbert

  1. Lulu, tinha até colocado lá no fórum a indicação da sua primeira resenha. Se você quiser comentar um pouco por lá, fique à vontade! Que pena que esse não é tão legal quanto o primeiro, já imaginava. Acho que o primeiro dá até pra ler sozinho, se a pessoa não tem intenção de continuar. É uma história bem redonda. Mas mesmo assim quero um dia ler os demais, mas sem pressa. =)

    • Eu vi! (^_^) Agradeço por compartilhar e espero que ajude no debate. Lua, já passei no fórum e estou participando 😉
      Fiquei chateada do 2ª volume não ser tão bom quanto o primeiro, mas estou esperançosa com o terceiro, pois o final de “Messias de Duna” foi inesperado! Pois é, eu também achei que “Duna” tem uma história redonda, mas sabendo das continuações dá uma vontade de ler. Enfim, em 2015 lerei “Filhos de Duna”!
      Beijos!

  2. É estranho o volume 2 porque de fato ele é de transição e coloca elementos que vão progredir no 3 e estourar tudo no 4.
    Sim, de fato ele é mais messiânico, religioso mesmo. O 3 e 4 o tom de política volta a pesar um bem mais.
    Todavia ele coloca no cenário personagens muito carismáticos.

    • Pois é, volume de transição sempre tem esse perigo. Meu marido comentou algo parecido: que “Messias de Duna” é uma espécie de preparação para os volumes seguintes. Isaura, espero conseguir ler o terceiro livro esse ano, pois estou curiosa acerca dessas personagens carismáticas. Bjs!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s