Livro: Diário de um Velho Louco – Jun’ichiro Tanizaki

Diário de um Velho Louco - Junichiro TanizakiO diário que estamos a ler é do senhor Utsugi, um idoso cuja saúde está vacilando. Para deixar a mente sã, ele preenche as páginas em branco do caderno descrevendo seu dia a dia, sua relação sem graça com a família, lembranças do passado, pontua cada medicamento ingerido para afastar os distúrbios físicos decorrentes da avançada idade e suas sessões terapêuticas. O patriarca tem um carinho especial por Satsuko, esposa de seu filho. O desejo arde no velho tolo e sua relação com a nora acaba sendo perversa.

Em Diário de um Velho Louco o autor aborda temas provocativos, cheios de fetiches (Utsugi é obcecado pelos pés de Satsuko, ao ponto dele querer, mesmo na morte, descansar debaixo de seus pés impressos) e o desejo sexual.

Como o título sugere, o romance tem a estrutura de um diário. O leitor é então imerso nesse labirinto e acaba que estabelecendo uma intimidade com as personagens, seriamos considerados “voyeurs”, e descobrimos naquelas páginas os pormenores dessa relação escandalosa.

A atmosfera de Diário de um Velho Louco é retratada com uma sensível tensão erótica. São assuntos espinhosos e grosseiros, mas desenvolvidos com um estilo delicado. A escrita de Jun’ichiro Tanizaki é tão apaixonante que suas descrições do cotidiano, das mazelas do ser humano, da visão de um velho senil são assustadoramente reais e curiosas.

O que prendeu minha atenção foi o jogo que o autor faz com a loucura e o apego à vida. Difícil dizer se a relação de Utsugi e Satsuko é real ou apenas uma ilusão mantida pelo velho homem. Como temos somente a visão do patriarca e os relatos da enfermeira e do médico, a nora é apenas uma presença que leva o protagonista a um estado de êxtase. Digo isso, pois Satsuko é uma figura particular, endeusada. A visão que ele tem dela é de vislumbre, de uma vida fresca que ele possa usufruir para se sentir vivo, excitado.

Tanizaki escreveu este romance no final de sua vida – o livro foi publicado em 1961 e autor faleceu em 1965 – talvez essas folhas mostrem sua angústia invadida pela premonição da morte.

Diário de um Velho Louco vai mais longe que à análise da sexualidade senescente do homem, aqui retrata a selvajaria da vida humana em sua fase final, com uma escrita precisa, com certo humor e interessante.

.

Título: Diário de um Velho Louco
Título original: 瘋癲老人日記, Futen Rojin Nikki
Autor: Jun’ichiro Tanizaki
Tradução: Leiko Gotoda
Editora: Estação Liberdade
Páginas: 208
Ano: 2002

Anúncios

11 respostas em “Livro: Diário de um Velho Louco – Jun’ichiro Tanizaki

  1. Eu queria tanto conseguir gostar de literatura japonesa… digo isto porque sempre que leio as sinopses dos livros, e vejo os comentários dos que leram – como este seu – acho muito interessante. Mas quando vou ler não consigo gostar da escrita, do estilo, do ritmo; tentei Mishima, Sosseki, Kawabata, Murakami… Ainda não acertei! Que pena.

    • Que pena, Claire (U_U). Até o momento só li dois livros do Tanizaki. Então dos que li recomendo: As Irmãs Makioka. Gosto muito desse livro pelos detalhes dos costumes e do cotidiano da cultura japonesa. O livro é bem carinho, mas fica de olho nas promoções ou na Estante Virtual. Vou deixar aqui também dois autores que aprecio: Ryūnosuke Akutagawa e Kenzaburo Oe (dele indico “Jovens de um Novo Tempo, Despertai!”. Esse livro é muito sensível! Acredito que você irá gostar ^_^).
      Beijos!

  2. Oi, Lulu!
    A Estação Liberdade tem uns livros bem interessantes de escritores japoneses, não é? Dei uma olhada no catálogo deles e achei incrível. Pena que os livros sejam difíceis de encontrar e sejam um pouco caros.
    Eu nunca tinha ouvido falar de Tanizaki, mas a história de Diário de um Velho Louco parece muito interessante.
    Li poucos livros japoneses, mas adoraria começar. Me indica algum (ou alguns) em especial?
    Beijo!

    • Eduarda, adoro o catálogo da Estação Liberdade e a sessão de literatura japonesa faz meus olhos brilharem da boa variedade. Também acho os livros carinhos e quando aparece uma promoção faço o possível para comprar.
      Este ano quero ler mais livros do Tanizaki, pois a cada leitura fico apaixonada por sua escrita. Dele gostei muito de “As Irmãs Makioka”! (tem resenha no blog)
      Um romance que sempre indico de olhos fechado é “Musashi”, do Eiji Yoshikawa. Até hoje não conheço ninguém que tenha lido e não gostado. “Musashi” é uma das minhas obras preferidas da vida ❤ O tamanho do livro assusta mais a leitura flui muito bem! Também indico “Jovens de um Novo Tempo, Despertai!”, do Kenzaburo Oe (até agora o único livro do Oe que li). Sugiro que leia a sinopse, você vai imediatamente por no carinho.
      Beijos!

      • Obrigada pelas dicas, Lulu! Anotei todas. Eu estou de olho em Musashi há alguns anos. Só não comprei ainda por causa do tamanho e do preço, mas vontade não falta. As Irmãs Makioka eu conheci porque vocês leram para o fórum no ano passado. Mas pelo que entendi muita gente acabou achando chatinho. Agora esse do Oe eu vou comprar para ontem (você está certíssima em dizer que a sinopse atrai imediatamente).
        Beijo! =D

        • De nada! (^_^) Eduarda, fica de olho nas promoções. Ano passado Musashi estava por metade do preço. Sobre As Irmãs Makioka, que pena que algumas pessoas não gostaram. Eu achei riquíssimo e adorei esse romance! Num disse que a sinopse de Jovens de um Novo Tempo, Despertai! te faz levar o livro para o carinho e concluir a compra sem nem perceber, rs. Espero que goste e depois me diz o que achou (^_~).
          Beijos!

  3. Ah, o fetiche pelos pés… Acho isso muito estranho, já que essa é uma das partes do corpo que considero mal acabada…hahaha. Mas é bem comum, né? Aliás, lembrei que tenho um livro sobre esse fascínio aqui na estante (Com os pés atados). Conhece? Me deu vontade de lê-lo agora 😉
    bjo

  4. Pingback: Os 10 melhores de 2014 | Lulunettes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s