Mangá: Shunkaden: A Nova Lenda de Chun Hyang – CLAMP

Shunkaden – CLAMPEscrito e ilustrado pelo CLAMP e baseada na mais conhecida lenda de amor coreana Chunhyangjeon, Shunkaden foi publicado entre 1992 e 1994 na revista Serie Mystery-Special da Hakusensha. Em 1996 a editora Hakusensha compilou os capítulos em um único volume encadernado. No Brasil a NewPOP Editora publicou este simpático trabalho do grupo das mangakás e os parabenizo pela ótima qualidade da edição (^_^).

Mergulhado no coração da Coréia Imperial, neste caso chamada Koryo, o Governo Central nomeia vários Yangbang que serão responsáveis por governar 321 cidades. O Yangbang é a autoridade máxima de cada região e possui o direito de governar durante 10 anos. Para manter os governantes em ordem, os Amhaeng Eosa são encarregados de supervisionar a gestão dos Yangbang. Infelizmente alguns desses representantes são tiranos e exploram a população.

A história de Shunkaden é dividida em três capítulos. O primeiro capítulo é focado na tirania do Yangbang da cidade de Ryonfi, onde mora a jovem cheia de caráter Chun Hyang, filha da Shimbang (shaman), Myeong Hwa. Com os acontecimentos desastrosos, mãe e filha acabam conhecendo um homem misterioso. Já o segundo, por sua vez, irá levar nossos heróis para a cidade de Sue-ro que está sofrendo com uma terrível seca. E por fim o ultimo capítulo é um pouco da infância da protagonista.

Diferente da lenda original, na versão CLAMP a protagonista é uma mulher. A corajosa e perseverante Chun Hyang desafia a opressão política, ela sabe lutar e maneja armas como espada, foice e lança. Na verdade as mulheres são personagem de destaque na narrativa, isso fica mais evidente no segundo capítulo. O homem, no caso Mong Ryong, se torna um co-protagonista ou coadjuvante.

Mesmo curtinho, dá para se divertir com Shunkaden. A narrativa é bacana de acompanhar, pois tem uma boa dinâmica e permite mergulhar facilmente na visão CLAMP da lenda coreana. Acho que as autoras misturam bem fantasia e mitologia. As personagens são simpáticas, mas algumas de suas atitudes são exageradas, como por exemplo, o triste destino de Myeong Hwa. A shaman foi logo descartada para dar um objetivo à filha e para que Chun Hyang possa seguir viagem com Mong Ryong. Falando no (lindo) Mong Ryong, o moço dá uma pitada de humor, mas em alguns momentos acho forçado e tira um pouco da atenção do drama.

Fiquei feliz que a editora nacional tenha incluído os freetalks. Adoro essas tirinhas em quem podemos ver um pouco das autoras. Saber algumas curiosidades sobre a vida pessoal, sobre o mangá em questão. Enfim, um material interessante para os fãs. Só senti falta de mais extras, como por exemplo, um texto sobre a lenda que o CLAMP tomou como referência.

Como sempre, principalmente as criações antigas, a arte CLAMP é um deleite para os olhos. Os desenhos são impecáveis! Só pelo traço maduro e rico em detalhes vale o investimento.

[Mangá] Shunkaden

Lamento que o mangá seja tão curtinho e que não tenha uma conclusão digna. Acredito que Shunkaden daria uma boa história, responderia perguntas que ficaram sem respostas. Enfim, no geral vale a leitura, pois a mistura de todos esses elementos folclóricos com a visão CLAMP é bastante agradável.

.

Título: Shunkaden: A Nova Lenda de Chun Hyang
Título original: Shin Shunkaden, 新・春香伝
Autoras: CLAMP
Tradução: Karen Kazumi Hayashida
Editora: NewPOP
Páginas: 225
Ano: 2013

Anúncios

6 respostas em “Mangá: Shunkaden: A Nova Lenda de Chun Hyang – CLAMP

  1. Flor, você também achou a conclusão meio… bem… deixa pra lá, não vamos dar spoilers. =D
    Mas é verdade, é um prato cheio pros olhos. Clamp, me ame! ❤
    Amei a resenha! Vou compartilhar!
    Beijoos!

    • Clara, a conclusão foi meio triste. Esperava uma história fechada, não com um tom de continuação e questões sem respostas. O traço é um espetáculo a parte. Lindíssimo! Fico muito feliz que tenha gostado (^_^). Beijos!

  2. Já fiquei com vontade de ler, Lulu!
    Você e Clara estão me deixando com mais interesse em ler mangás, e principalmente conhecer tanto o CLAMP 🙂

    Lulu, que livro é esse que você está lendo?
    Não tem título, só a imagem dessa estante cheia de livros que, é claro, me deixou MUITO curiosa!!!

    Beijos!

    • Shunkaden é legal! Mas como primeiro contato com as obras do CLAMP eu não o recomendaria. Indicaria séries fáceis de gostar, como Sakura Card Captors e Guerreiras Mágicas de Rayearth (esses dois foram ou estão sendo relançados atualmente no Brasil).

      Maura, é uma imagem aleatória. Acho um pouco chato ficar trocando pela capa do livro que estou lendo atualmente. Vou deixar uma imagem padrão (da estante de livros).

      Beijos!

  3. A história é bem Interessante, Lulu!
    Até hoje eu só li três mangás na vida: Sakura Card Captors, Fruits Basket e Samurai X. Eu não tinha dinheiro para comprar os mangás todo mês, então tinha que ficar mendigando os mangás dos meus amigos. Hahahahahaha.
    Mas essas edições completas podem ser um novo recomeço pra mim…
    Beijo!

    • Eduarda, “Shunkaden” tem uma narrativa bacana, pena que não tem fim (Ç_Ç). Leu ótimos títulos (^_~). “Fruits Basket” só li os três primeiros volumes, mas assisti ao anime e gostei bastante. Já “Sakura Card Captors” li o mangá e vi o anime *difícil não se apaixonar por Sakura, né?! (^_^)*. E “Samurai X” / “Rurouni Kenshin” já vi e revi o anime e li e reli o mangá pelo menos umas 5 ou 6 vezes (>_<). Mendigando foi ótimo HAUHAUHAUHAUHAU! Existem bons títulos de volume único ou com poucos volumes lançados no Brasil. O lado negativo é que ainda não temos uma boa variedade de mangás =/
      Beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s